Jejum Intermitente

O Jejum Intermitente (JI) veio para ficar. É, de fato uma ferramenta muito versátil tanto para aqueles indivíduos que desejam modificar a composição corporal e perder massa adiposa quanto para pacientes com alterações metabólicas como diabetes, obesidade e demais doenças no espectro da resistência insulínica.

Mas além dos benefícios metabólicos da instituição de “janelas restritas de alimentação” – como gosto de pensar o jejum intermitente – acredito que a medida têm efeitos digamos… educacionais.

Digo isso basado no feedback de um grande número de pacientes. Com uma janela de alimentação limitada a 8, 6 ou 4 horas por dia, a depender da estratégia individualizada, um “estranho” hábito se desenvolve. Muitos passam a prestar mais atenção não apenas às escolhas alimentares, mas às causas de sua (in)saciedade instituindo medidas individuais para controle do apetite. Em consequência disso, ao longo do tempo, passam a priorizar alimentos de maior densidade proteico-calórica.

Aos poucos vemos nossos pacientes assumindo o protagonismo no controle dos próprios hábitos, o que é motivo de grande alegria para nossa equipe de profissionais.

Quer saber mais sobre o tema? Fique ligado em nossas redes e entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *