Quer saber sobre performance? Não esqueça de ver os que as Forças Armadas estão fazendo.

A dieta cetogênica (DC) é uma estratégia nutricional que pode ser utilizada como uma ferramenta aplicável a situações bem definidas, como reajuste de composição corporal, parte do preparo de atletas, para fins estéticos, sem que necessariamente precise ser utilizada de modo definitivo pelo paciente.
No caso do uso com fins de performance, não devemos esquecer que a DC e a utilização de ésteres de cetonas têm sido amplamente estudados fora do ambiente esportivo, mas também nos meios militares, dado o ganho de performance na realização de atividades e missões. Oficiais e pesquisadores do exército americano tem voltado os olhos para ações como combate, tolerância à situações de hipóxia, isto é, redução das concentrações de oxigênio no ar inspirado (aptidão especialmente interessante para mergulhadores e profissionais de atividades subaquáticas), redução de gordura corporal e ganho na relação força versus peso corporal.
Além da questão de desempenho operacional dos soldados, há um elemento econômico envolvido, já que as gorduras – principal componente da dieta – têm baixo custo, o que poderia ser usado com a finalidade de redução dos gastos com alimentação de pessoal, ainda que em períodos de missão.
Restam poucas dúvidas sobre o benefício e a aplicabilidade da estratégia. O que se discute naquele país são as questões éticas para a implementação deste regime alimentar na âmbito das forças armadas daquele. A discussão tem chegado inclusive na restrição formal e regulamentada, nas instalações militares, de pães, pizzas e outros tipos de carboidratos.

Referências:
https://www.hsph.harvard.edu/news/hsph-in-the-news/keto-diet-navy-seals/
https://www.businessinsider.com/navy-seals-keto-diet-to-be-even-more-effective-2019-6
https://www.washingtontimes.com/news/2019/jun/10/pentagon-eyes-ketogenic-diet-bid-build-more-lethal/
https://www.militarytimes.com/news/your-military/2019/07/01/defense-department-to-ban-beer-and-pizza-mandatory-keto-diet-may-enhance-military-performance/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *